A exposição a diversos fatores de risco ocorre no cotidiano, principalmente em épocas de festas natalinas, quando as ruas, os shoppings e transportes coletivos ficam repletos de pessoas carregando muitos pacotes e estão com pressa.

Quando os indivíduos afetados procuram o atendimento oftalmológico de urgência, necessitam de atendimento especializado e tratamento adequado, por vezes, prolongado, principalmente em situações de maior gravidade.

O trauma ocular é aquele que atinge o globo ocular e seus anexos. Os traumas oculares podem ser mecânicos, químicos, elétricos ou térmicos.

Os cuidados com os olhos nessa época Natalina são:

  1. Cuidado com as cotoveladas nos ambientes com muitas pessoas e pacotes, proteja-se colocando-se mais afastado possível;
  2. Cuidado no cabelereiro com trauma ocular com a escova ao secar o cabelo e com os sprays de cabelo: feche os olhos ou cubra com uma toalha;
  3. Cuidado com trauma ocular na abertura de garrafas com rolhas e tampas cortantes ou quando retirar uma garrafa que colocou no freezer- a mão quente em contato com a garrafa gelada pode estoura-la. O ideal é se proteger atrás da porta do freezer.
  4. Cuidado em casa com facas, tesouras, produtos de limpeza. Armários de cozinha, banheiros devem ter a porta sempre trancada. Objetos pontiagudos, agentes químicos, facas, copos e taças de vidro ou cristal não podem ficar ao alcance de crianças.
  5. O perigo dos fogos de artificio envolve olhos, pés, pernas e mãos. Ao acender os fogos (buscapés e rojões), eles podem estourar e dependendo da potência, arrancar dedos, perfurar olhos e arrancar pedaços da perna e pés. As roupas que são, na maioria sintética, também oferecem perigo, pegando fogo ao contato com uma faísca. Os estalinhos a princípio não oferecem risco.
  6. Ao preparar a ceia de Natal: cuidado com as crianças perto do fogão. Deixe sempre o cabo da panela virado para dentro, evitando-se, assim queimadura térmica ocular por líquido escaldante na panela.
  7. Cuidado ao colocar os enfeites na árvore de Natal, para que o galho não bata no olho;
  8. Se você estiver com cigarro na boca, cuidado ao abraçar as crianças nessa época Natalina; o cigarro pode queimar os olhos ou o rosto.

Prof. Dr. Paulo Augusto de Arruda Mello e Dra Regina de Souza Carvalho
Professor Associado do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo
Presidente da Sociedade Latino Americana de Glaucoma