A miopia é a principal causa de perda visual para longe, afetando 27% da população mundial, em 20101. Houve um aumento mundial do número de crianças e adolescentes míopes nos últimos 50 anos. Em muitos países asiáticos, a prevalência da miopia está acima de 80%. Atualmente, entre adolescentes e adultos jovens da Coreia, Taiwan e China, a prevalência da miopia está entre 84% e 97% 2-4.

Mas o que é a miopia:

Miopia acontece quando o globo ocular é muito comprido, ou a córnea é muito curva, e os raios de luz focalizam antes da retina (fig.1). Neste caso, os objetos a distância perdem a nitidez. Em geral, a miopia manifesta-se na infância, mais comumente entre os 7-10 anos de idade e o grau de miopia aumenta durante o período de crescimento.

Considera-se baixa miopia, os graus de -0.25 DE a -1.90 DE; miopia moderada , definida entre -2,00 DE a -7,90 DE), e a alta miopia, definida com graus acima de -8.00 DE.

Clínica de Olhos Arruda Mello | Anatomia do Olho
Miopia: a imagem se forma antes da retina



Clínica de Olhos Arruda Mello | Visão
Miopia: A imagem fica nítida para perto e borrada para longe

Acredita-se que o número de pessoas com miopia deverá continuar crescendo, tanto em número absoluto como em porcentagem da população.

Além do custo da correção da miopia, há ainda o risco de perda visual por outras doenças oculares mais prevalentes nos míopes, como o glaucoma, catarata e descolamento de retina.

Atualmente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) elegeu a miopia como uma de suas cinco prioridades e a inseriu no programa "Iniciativa Global para eliminação da cegueira evitável".

Clínica de Olhos Arruda Mello | Óculos


Mas porque o número de míopes aumentou no mundo

Os especialistas acreditam que a genética tenha um papel no desenvolvimento da miopia, mas não é o único fator. A mudança nos novos hábitos de leitura e no comportamento mais recluso, podem estar contribuindo para o aumento de casos de pessoas míopes. Muitos estudos demonstram que as pessoas que passam mais tempo ao ar livre são menos propensas a desenvolver miopia que aquelas que permanecem a maior parte do dia em lugares fechados como prédios, shoppings....

Também colabora com o aumento de casos de miopia, o hábito das crianças e adolescentes focarem em objetos muito próximos, como leitura, escrita, ou usarem dispositivos portáteis como celulares, tablets ou laptops, durante muito tempo.

Medidas a serem tomadas que talvez tragam algum tipo de ajuda evitando a evolução da miopia:

Dentre algumas medidas para diminuição de casos de miopia em crianças e adolescentes estão:

  1. Adicionar na rotina diária, mais atividades ao ar livre;
  2. Estipular um periodo curto para ficar navegando no celular, tablet ou laptop. Para a Associação Americana de Pediatria (AAP), os pais devem limitar o tempo para duas horas por dia. Esse tempo não inclui, no entanto, o uso dos aparelhos para fins acadêmicos. A navegação em excesso tira as crianças de seu elemento natural: brincar, interagir com amigos e adultos ao vivo e usar brinquedos comuns que não sejam digitais. Para os pediatras, ficar muito tempo entretido com a tela de um celular ou tablet traz problemas comportamentais e atraso no desenvolvimento social.
  3. Estudos atuais têm demonstrado que o uso tópico de baixa dose de colírio de atropina a 0,01% em crianças, é efetivo no controle da progressão da miopia e é seguro, uma vez que o seu uso nesta concentração praticamente não induz sintomas clínicos.

Bibliografia consultada

  1. Holden BA, Wilson DA, Jong M, Sankaridurg P, Fricke TR, Smith III EL, Resnikoff. S Myopia: a growing global problem with sight-threatening complications. Comm Eye Health 2015; 28: 35.
  2. Lin LL, Shih Y F, Hsiao CK and Chen CJ. Prevalence of myopia in Taiwanese schoolchildren: 1983 to 2000. Ann Acad Med Singapore. 2004;33: 27-33.
  3. Wang TJ, Chiang TH, Wang TH, Lin LLK and Shih YF. Changes of the ocular refraction among freshmen in National Taiwan University between 1988 and 2005. Eye 2008;23: 1168-1169.
  4. Jung SK, Lee JH, Kakizaki H and Jee D. Prevalence of myopia and its association with body stature and educational level in 19-year-old male conscripts in Seoul, South Korea. Invest Ophthalmol Vis Sci 2012;53: 5579-5583.
  5. Vitale S, Sperduto RD and Ferris III FL. Increased prevalence of myopia in the United States between 1971-1972 and 1999-2004. Arch Ophthalmol 2009;127: 1632-1639.
  6. Spaide RF, Ohno-Matsui K and Yannuzzi LA. Pathologic Myopia. New York: Springer Science and Business Media, 2014.
  7. The WHO global action plan 2014-2019. acessado 10/07/2016 http://www.iapb.org/advocacy/who-action-plan
  8. Parecer Cremesp. https://www.cremesp.org.br/

Prof. Dr. Paulo Augusto de Arruda Mello
Professor Associado do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo
Presidente da Sociedade Latino Americana de Glaucoma