Hoje em dia as pessoas viajam muito de avião e para todas as partes do mundo. Nas viagens aéreas mais longas convém tomar alguns cuidados, pois o organismo pode se ressentir com a pressurização, a turbulência e o sistema de renovação do ar, que deixa a umidade abaixo de 10%.

Cuidados a serem tomados:

  1. Escolha roupas e calçados confortáveis para usar no dia da viagem. Mesmo se for para algum lugar quente, não se esqueça de levar um casaco a bordo para se proteger do frio do ar-condicionado.
  2. Nariz, boca, olhos, ouvidos e garganta são os mais afetados com o ressecamento do ar do interior do avião. Aconselha-se ingerir muito liquido. Bebidas alcoólicas não são recomemntadas.
    Os olhos sofrem com voos prolongados, apresentando vermelhidão, lacrimejamento, coceira, sensação de corpo estranho, queimação, fotofobia e, até mesmo, visão borrada. Nesse caso convém usar colírio lubrificante durante o voo (peça ao seu oftalmologista uma indicação).
    As mulheres na menopausa, os idosos, portadores de doenças autoimunes e usuários de medicamentos como antidepressivos, são mais propensos a terem olho seco e o quadro pode piorar durante os voos prolongados. Nesses casos, o oftalmologista deverá fazer um aconselhamento especial para não sentirem secura ocular.
    Se for usuário de lentes de contato e o voo for superior a 4 horas, convém retirar as lentes para não piorar a secura e evitar lesões na córnea.
    Para o nariz, usar soro fisiológico a 0,9% sob a forma de spray ou gotas nas narinas.
  3. Se for usuário de óculos para leitura, não esqueça de leva-lo.
  4. Devido a pressão atmosférica, algumas pessoas podem ter otite (inflamação de ouvido) ou sinusite (inflamação dos seios nasais). Para diminuir a ocorrência, recomenda-se recorrer a alguns macetes, como bocejar com frequência ou engolir ar com o nariz fechado. Mascar chicletes também ajuda. Os passageiros que sabem estar com problemas desse tipo devem naturalmente se prevenir usando descongestionantes nasais.
  5. Caso tenha enjoo, escolha os assentos sobre as asas pois costumam balançar menos. Além disso, tente sentar no banco da janela para que você possa observar o horizonte. Se os assentos da asa não estiverem disponíveis, a segunda melhor opção é a parte da frente do avião. Leve bolacha de água e sal daquelas tipo cream cracker e coma para não ficar de estomago vazio. Tome previamente medicação para enjoo; evite ler, ouça musica relaxante e use um mini ventilador portátil para soprar um fluxo de ar em seu rosto.
  6. Não fique sentado o tempo todo, levante, ande quando permitido. Faça exercícios específicos a bordo e alongamentos para evitar inchaço nas pernas e pés, e pior, para evitar formação de coágulos pela má circulação sanguínea. Use também meia de compressão própria para viagens. Para quem tem varizes, porém, é recomendável movimentar-se a cada uma ou duas horas, pois, embora seja raro, pode ocorrer uma flebite (inflamação das veias).
  7. A diminuição da tensão do oxigênio dentro do avião é mínima e bem tolerada pela maioria dos viajantes. Só quem tem problemas cardíacos ou pulmonares severos deve procurar orientação médica antes de viajar prolongadamente.
  8. Tente dormir nos voos longos, para quem vai atravessar grandes diferenças de fuso horário é importante. Evite bebidas com cafeína; use um tapa olho para dormir; pescoceira adequada ao seu tamanho e mantenha-se aquecido com uma coberta.
  9. Para quem tem medo de voar e sofre de claustrofobia, deverá conversar com o médico e tomar um tranquilizante. Não convêm ingerir bebidas alcoólicas. Lembrando: uma dose de bebida a 10 mil metros de altitude equivalente pelo menos a 2 em terra firme.
  10. Convém saber mais sobre as doenças e epidemias antes de viajar para alguns destinos para que possa se prevenir com vacinas e medicações.

Bibliografia consultada

  1. http://muitaviagem.com.br/viagem-aviao-dicas-cuidados
  2. http://turismo.ig.com.br/manual-do-viajante/dicas/guia-para-a-primeira-viagem-de-aviao/n1597204686926.html
  3. https://super.abril.com.br/comportamento/alguns-cuidados-para-uma-boa-viagem-aerea/
  4. http://turismo.ig.com.br/manual-do-viajante/2017-04-07/enjoo-viagem-aviao.html

Prof. Dr. Paulo Augusto de Arruda Mello e Regina Carvalho
Professor Associado do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo
Presidente da Sociedade Latino Americana de Glaucoma