Clínica de Olhos Arruada Mello | Colírio para glaucoma

Figura 1. Bloqueie os canais lacrimais com o dedo indicador para diminuir o fluxo do colírio para o nariz, diminuindo assim os eventuais efeitos colaterais que ele pode causar em seu organismo.

Se você usa colírios para Glaucoma, veja como usa-los corretamente:

  • a) Lave as mãos para evitar contaminações
  • b) Abra o colírio e não coloque a boca da tampa virada para baixo, evitando assim o contato e a contaminação com a superfície de apoio.
  • c) Incline a cabeça para trás e olhe para cima. Alguns pacientes preferem fazer essa manobra deitados
  • d) Puxe delicadamente a pálpebra inferior para baixo, criando assim um espaço (bolsa) entre a pálpebra e o olho.
  • e) Aplique o colírio neste local. Uma gota é suficiente. Caso tenha errado o local instile uma segunda gota. Não permita que a ponta do frasco toque nas suas mãos ou pálpebras para evitar contaminação do colírio.
  • f) Feche os olhos delicadamente. Não aperte os olhos e nem pisque várias vezes. Não tente eliminar o colírio do olho. Importante que ele “molhe” bem seu olho. Se necessário com suavidade enxugue as pálpebras.
  • g) Mantenha o olho fechado por aproximadamente 2 minutos para melhorar a sua absorção do colírio e, portanto, para que tenha melhor efeito. Nestes 2 minutos bloqueie os canais lacrimais com o dedo indicador para diminuir o fluxo do colírio para o nariz, diminuindo assim os eventuais efeitos colaterais que ele pode causar em seu organismo. (figura 1)
  • h) Se for necessário instilar um segundo colírio espere pelo menos 5 minutos entre as aplicações. Excesso de colírios promove “transbordamento” diminuindo a eficácia dos medicamentos. Identifique cada colírio com etiquetas ou laços coloridos para facilitar o uso.
  • i) Guarde o frasco de colírio sempre tampado, em lugar fresco, evitando a luz solar. Calor e luz provocam alterações na composição do medicamento. Alguns colírios devem ser guardados sob refrigeração- pergunte ao oftalmologista quais devem ser guardados na geladeira.
  • j) Não use os colírios de glaucoma enquanto estiver com as lentes de contato nos olhos
  • k) Não empreste colírios que esteja usando para NINGUÉM
  • l) Nunca deixe de usar ou faça a troca dos colírios sem consentimento do seu médico oftalmologista

Prof. Dr. Paulo Augusto de Arruda Mello
Professor Associado do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo
Presidente da Sociedade Latino Americana de Glaucoma