Estamos entrando em uma época que as pessoas acabam “pegando” conjuntivite facilmente. Mas como evitar o contágio?

Aqui vão algumas dicas:

  1. Não coce os olhos...nunca (mesmo se tiver coceira).
  2. Evite colocar as mãos nos olhos, nariz e boca, quando estiver em ambientes públicos:- clube, shopping, restaurante, elevador, supermercado, etc... Cuidado especial com corrimão das escadas rolantes; carrinho no supermercado; botões do caixa eletrônico (agora pedem digital), botão de elevador, telefone da empresa onde trabalha.....
  3. Lavar as mãos sempre que possível com água e sabão (principalmente debaixo das unhas - utilize-se de uma escovinha) e, se houver condições após lavar, usar o álcool em gel.
  4. Não usar toalha de mão de pano, principalmente em banheiros coletivos; prefira toalha de papel. Se você alugou uma casa de praia com outras pessoas, separe a sua toalha de mão.
  5. No supermercado, cuidado ao empurrar o carrinho:- proteja-se com uma luva descartável ou passe álcool na barra do carrinho onde se apoia as mãos. Se você percebeu que o olho de uma pessoa está vermelho e lacrimejando: convém não a cumprimentar com as mãos ou dar beijinhos no rosto. Se em casa tiver alguém com conjuntivite insista para que use somente a sua toalha de mão e rosto, que mantenha a mão limpa (principalmente após passar as mãos nos olhos ou rosto), não use o travesseiro dos outros. Você não deve passar as mão no rosto ou olhos, pois ela pode estar contaminada com o agente que causou a conjuntivite no seu parceiro.
  6. Não usar óculos escuros de outras pessoas, muito menos lentes de contato.
  7. Não usar maquiagem de outras pessoas (sombra, lápis de olho, rímel...)
  8. Não usar colírios de outras pessoas, mesmo parentes próximos (filhos, cônjuges...). O colírio é de uso individual; cada um deve ter o seu, mesmo os colírios ditos “fraquinhos”, isto é, lágrimas artificiais. E tem prazo para uso, isto é, após aberto, descartar em um mês, mesmo sem ter acabado.
  9. Fique atento aos sinais de alerta: -sensação de areia, coceira, olho vermelho, ramela (secreção)- amanhece grudado, irritação e desconforto ocular. Caso tenha alguns desses sintomas procure seu oftalmologista para exame ocular e evite contato físico com as pessoas para não transmitir. Se for usuário de lentes de contato, retire as lentes imediatamente frente aos sintomas descritos. E jogue-as no lixo, com estojo junto.

Prof. Dr. Paulo Augusto de Arruda Mello
Professor Associado do Departamento de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo
Presidente da Sociedade Latino Americana de Glaucoma